Blog da Dufrio

Há mais de 20 anos, somos especialistas em refrigeração.

Ar-condicionado novo: chegou a hora de trocar o seu?

por Dufrio Refrigeração • 24/06/2019 • 24/06/2019 Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Pinterest

Ares-condicionados são aparelhos que podem durar anos e passar por muitas gerações em sua família. Contudo, com tantos avanços tecnológicos muitas pessoas se perguntam: será que chegou o momento de comprar um ar-condicionado novo? Vamos tirar todas as suas dúvidas neste artigo.

Quanto tempo dura um ar-condicionado?

Um aparelho de ar-condicionado pode durar até 20 anos. Ocasionalmente, existem modelos antigos, ainda de janela, que possuem materiais mais pesados em sua composição. Eles acabam sobrevivendo a décadas em muitas residências. Assim, bem cuidados e com as manutenções em dia, são bens de consumos do tipo duráveis. Ou seja, que somente precisam ser repostos depois de décadas.

Contudo, devido aos avanços tecnológicos e também por causa dos gastos com os modelos antigos, muitas vezes vale mais a pena economicamente fazer a troca do produto por outro novo. Entretanto, se você quer manter seu aparelho ainda por mais tempo, lembre-se de seguir as seguintes dicas:

  • Fazer limpezas periódicas;
  • Manutenção frequentes aumentam a vida útil do produto;
  • A limpeza dos filtros contribuem para maior potência do aparelho;
  • Aparelhos mais antigos precisam de uso mais moderado.

Ocasionalmente, lembre-se que ares-condicionados antigos podem não ser uma escolha lucrativa para a sua casa, tampouco, podem ser amigos do meio ambiente. Isso porque modelos com mais de 10 anos possuem gases em sua composição que agridem a atmosfera. Além disso, até mesmo não são mais vendidos para reposição.

banner vi no blog

Como eu sei que é hora de comprar um ar-condicionado novo?

Um aparelho de ar-condicionado que já quer passar desta para melhor dá seus sinais de desgaste. Cabe a você ficar atento a estes sintomas e diagnosticar a aposentadoria do seu equipamento.

Assim, separamos uma lista de problemas que ares-condicionados mais idosos costumam apresentar com o tempo de uso. Contudo, é importante salientar que muitos deles não tem volta, ou seja, não é uma manutenção que irá recuperar o estado de novo do produto.

  • Ar-condicionado fazendo muito barulho: Aparelhos muito antigos costumam fazer mais força e ruídos para se manter operantes. Isso porque a tecnologia antiga não prezava esta característica como diferencial. Também porque seu motor e sistemas estão em estado de deterioração, o que causa os sons durante o uso;

 

  • Muito gasto de energia para pouco resultado: É muito comum ouvirmos reclamações de aparelhos antigos que gastam muita energia e este é um dos principais fatores determinantes para a troca dos produtos. Os modelos antigos fazem mais força para funcionar e também possuem sistemas ultrapassados que não prezam pela economia energética;

 

  • Sua capacidade de gelar não é mais a mesma: Você liga o aparelho, espera muitos minutos e nada do ambiente climatizar? Saiba que isso é comum em aparelhos antigos, que possuem um sistema de gás mais ultrapassado e também que já estão exaustos de operar por muito tempo.

 

  • Ele dá problemas com frequência: Hoje seu aparelho amanheceu pingando, ontem não ligava e sabe se lá qual problema ele irá apresentar no futuro. Diversos pequenos problemas, ou os famosos consertos frequentes são um sinal que seu aparelho está chegando no final de sua vida útil. É como se seus componentes estivessem doentes.

Quer saber mais sintomas? Leia aqui 5 sinais que mostram que seu ar-condicionado não está funcionando bem.

Será que um conserto não resolve o problema do antigo aparelho?

É possível. Certamente, dentro de consertos especializados você consegue dar uma restaurada no seu ar-condicionado antigo. É interessante chamar um técnico para diagnosticar por inteiro o seu aparelho. Além disso, ele irá apontar todos os pontos fracos que podem ocasionar potenciais problemas futuros.

Depois da visita do técnico, existem algumas razões que fazem você ter certeza que é hora de comprar um ar-condicionado novo e se despedir do antigo, como:

  • Não existem mais peças originais do aparelho para venda;
  • Os gases do produto são antigos e agridem o meio ambiente;
  • O produto está gastando mais energia do que gelando;
  • Ele não atende mais todas as suas necessidades;
  • Quando o motor original começa a oxidar;
  • O valor dos consertos está saindo mais caro que adquirir um novo.

O que deve ter no meu ar-condicionado novo?

Depende. A resposta irá se desenvolver conforme análise de uso. Tudo irá depender  de suas necessidades com um aparelho de ar-condicionado. Assim, primeiro, pense se você usa o produto apenas no verão ou gostaria de algo que aquecesse você também no inverno, se opta por um modelo split mais moderno ou um tradicional de janela. Na Dufrio você encontra todas as opções, basta descobrir qual é a sua favorita.

Para ajudar você, elencamos algumas características que são necessárias para você possuir um equipamento que ajude na sua saúde e que também seja amiga do seu bolso. Veja só:

  • Opte sempre que possível pela opção inverter (economiza energia);
  • Escolha produtos com gases ecológicos, que não agridem a atmosfera;
  • Se você vive em movimento, um modelo com wifi vai facilitar sua rotina;
  • Calcule a potência necessária para a área em que ele irá ser instalado;
  • Procure modelos que ajudam a eliminar as bactérias do ar;

Agora que você está preparado para adquirir um ar-condicionado novo, certamente vai passar para dar uma conferida nas novidades do site da Dufrio! Aqui você encontra desde aparelhos split até modelos mais convencionais como os de janela. Venha colocar o que você aprendeu no artigo em prática.

botão-site

Recomendados para você

68

0

Ar Condicionado

O que gasta mais: aquecedor ou ar-condicionado?

77

0

Residencial

Controle remoto para ar-condicionado: conheça todas as suas funções

403

0

Comercial

O que é a função heat no ar-condicionado e quais são as suas finalidades?

0 Comentário

Deixe o seu comentário!