Blog da Dufrio

Há mais de 20 anos, somos especialistas em refrigeração.

Qual a diferença entre um tanquinho e uma máquina de lavar? Vale a pena adquirir um produto assim?

por Dufrio Refrigeração • 14/11/2018 • 14/11/2018 Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Pinterest

ESCUTE O POST

A tarefa de lavar roupas em uma casa pode ser considerada uma das mais árduas e, felizmente, hoje temos máquinas que nos auxiliam nesse trabalho.

Mas, como em uma série de outros departamentos de produtos,  não temos somente uma opção e por isso dicas são sempre bem-vindas, não é mesmo?

 

Por isso hoje nós vamos falar sobre uma dúvida ainda bastante comum em alguns (as) consumidores (as): vale ou não a pena investir em um tanquinho?

 

Além do preço (o  tanquinho costuma ser mais barato), quais são as maiores diferenças entre esses dois tipos de equipamentos?

Confira a seguir essas respostas:

 

Qual a principal diferença entre um tanquinho e uma máquina de lavar?

 

Em primeiro lugar, é preciso entender que são máquinas diferentes, que podem ser muito úteis, cada uma a seu modo.

Ambas “lavam” a roupa, por assim dizer. Porém a principal diferença está, normalmente, nas funções que elas executam (além, claro, de tamanho e especificações técnicas de acordo com o modelo escolhido).

 

Os tanquinhos normalmente são menores, atendendo a consumidores com espaço reduzido em suas lavanderias e que precisam de um design mais “enxuto”’, e também não fazem questão, por exemplo, de ter algumas etapas/tarefas “automatizadas”, por assim dizer.

 

Nem todo tanquinho, por exemplo, pode compreender a etapa de dispensar água automaticamente (embora existam opções com o chamado controle de drenagem), espaço para alternar outros produtos na lavagem, com uma bandeja diversificada, como alvejante, ou não vir com centrífuga.

Hoje em dia, contudo, modelos mais modernos vêm com o dispenser para distribuir o sabão, por exemplo, no momento certo da lavagem e outras implementações (assemelhando-se a modelos “semi-automáticos”).

 

Entre os prós de ter um tanquinho estão, portanto, está a questão de otimizar espaço, obter um produto mais acessível para executar lavagem pesada de roupas, incluindo edredons, a depender do tamanho (e há ainda quem tenha o aparelho como “auxiliar”’ mesmo já possuindo uma máquina de lavar que realiza ciclos completos de lavagem).
Já dentre os contras pode estar o fato de ela não realizar todas as ações automaticamente e exigir, principalmente, maior intervenção e atenção do consumidor em diferentes momentos do processo, inclusive  no momento de “torcer” a roupa (que pode ter de ser feito à mão).

 

Consumo de energia e água

Com a conta de luz subindo, é comum que os consumidores também se preocupem com esse fator.

Aqui pode estar outra vantagem do tanquinho.

 

Os tanquinhos, em relação às máquinas de lavar que realizam ciclo completo, costumam exigir um consumo de energia menor, bem como de água.

Embora não seja regra, essa possibilidade é atrativa para quem busca unir economia e utilidade do produto (relação custo x benefício), tendo alternativa a produtos de preço mais elevado quando as necessidades puderem ser, ainda que de maneira transitória, supridas por um equipamento de menor porte.

 

E então, está mais esclarecido a respeito de qual dos dois produtos é o melhor para você neste momento?

Que tal dar uma conferida nas opções que a Dufrio tem para você?

Recomendados para você

14K

82

Dicas

O controle do ar-condicionado não funciona: o que fazer?

63

0

Eletrodoméstico

Chá de cozinha: Saiba quais itens pedir e baixe uma lista personalizada

5K

2

Comercial

Conheça os principais tipos de ar-condicionado e suas diferenças

0 Comentário

Deixe o seu comentário!