Blog da Dufrio

Há mais de 20 anos, somos especialistas em refrigeração.

Características de segurança dos fluidos refrigerantes

por Dufrio Refrigeração • 06/12/2016 • 06/12/2016 Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Pinterest

Classificação de segurança dos refrigerantes

Os refrigerantes são classificados de acordo com as características de toxicidade e inflamabilidade (ASHRAE 32-94 e EN378-1 anexo E). A classificação de segurança serve para determinar como o refrigerante deve ser usado, por exemplo, sua aplicabilidade em lugares ocupados ou a sua quantidade máxima permitida para espaços confinados. A classificação de segurança consiste em dois dígitos alfanuméricos (ex. A2 ou B1). O símbolo alfabético indica a TOXICIDADE e o numeral a FLAMABILIDADE.

Para classificação de TOXICIDADE, os refrigerantes são determinados para uma das duas categorias – A e B – baseada na exposição crônica autorizada para determinadas concentrações.

*CLASSE A (BAIXA TOXICIDADE): Refrigerantes com concentração media aferida, sem efeitos adversos para quase todos os trabalhadores que possam estar expostos diariamente num dia normal de trabalho (8h) e uma semana (40h), e cujo valor seja IGUAL ou SUPERIOR a 400 ppm por volume.

* CLASSE B (ALTA TOXICIDADE): Refrigerantes com concentração media aferida , sem efeitos adversos para quase toos os trabalhadores que possam estar expostos diariamente num dia normal de trabalho (8h) e uma semana (40h), e cuja valor seja INFERIOR a 400 ppm por volume.

Observação: “ppm” é a abreviação da denominação americana “parts per million” (partes por milhão). Ela é aplicada nos casos em que se trata de concentrações mínimas. “ppm”, no sentido da palavra, significa: partes de uma substância por um milhão de partes de outra substância (proporção 1: 1.000.000).

Para classificação de INFLAMABILIDADE, os refrigerantes são determinados para uma das 3 categorias – 1, 2, ou 3 – baseadas em teste de combustão e inflamabilidade.

* CLASSE 1 (SEM PROPAGAÇÃO DE CHAMAS): O refrigerante não demonstra propagação de chama quando testado sob um ar de 60 °C e pressão atmosférica padrão.

*CLASSE 2 (BAIXA INFLAMABILIDADE): O refrigerante encontra todas as 3 condições a seguir: exibe a propagação de chamas; tem um LFL > 3.5 % (Limite Inferior de Inflamabilidade) e um calor de combustão < 19.000 kJ/kg.

*CLASSE 3 (ALTA INFLAMABILIDADE): O refrigerante encontra ambas as condições a seguir: exibe a propagação de chamas, e tem a LFL 19.000 kJ/kg.

Paulo Neulaender

Vice Presidente de Meio Ambiente Abrava

Ficou interessado? Então acesse agora nosso site aproveite um super desconto, usando o cupom VINOBLOG

Recomendados para você

4K

0

Eletrodoméstico

Máquina de lavar que também seca gasta mais? Mitos e verdades

5K

6

Comercial

O que é um ar-condicionado piso teto?

334

0

Eficiência Energética

Eficiência energética: conheça os benefícios da nova linha da Dufrio para você

0 Comentário

Deixe o seu comentário!