POSTAGENS

Ar Condicionado

Postado por Dufrio Refrigeração

Compartilhar:

04/09/2017

0

65

Quais são os benefícios do ar-condicionado em academias?

O assunto pode ser polêmico, mas a solução é simples. Enquanto médicos alertam para os riscos de praticar exercícios físicos em um local fechado com ar condicionado ligado, muitos gestores de academias mantém o ambiente refrigerado para oferecer mais conforto aos atletas. Sim, porque a atividade física praticada no calor também é prejudicial à saúde. Como então fazer a climatização desses ambientes? Qual a melhor forma de usar o ar-condicionado em academias? Veja agora como solucionar essa questão delicada de forma saudável e eficiente.

Exercício físico no calor é prejudicial à saúde

Nem é preciso ser médico para saber que calor e exercícios físicos não combinam. Quando, além da temperatura a umidade também está alta o quadro fica ainda mais complicado – e haja disposição para manter o foco. Mas uma pesquisa sobre como as mitocôndrias são influenciadas pela temperatura mostra agora que o desconforto é o de menos: a prática de exercícios em ambientes quentes pode prejudicar as células dos tecidos musculares.

O estudo da Universidade de Nebraska (EUA) foi desenvolvido com 36 pessoas que tiveram amostras do tecido da coxa retiradas após 1 hora de pedaladas em um ambiente com temperatura controlada em 6ºC, 20ºC e 32ºC.

O resultado foi a descoberta de que a temperatura baixa é melhor para a prática de exercícios do que a alta. Para se ter uma ideia, a pesquisa mostra que o calor chegou a alterar a fisiologia dos participantes – como sequer tivessem se exercitado.

Os resultados foram ainda mais prejudiciais quando a umidade do ambiente foi intensificada: ela prejudica o resfriamento natural do corpo porque impede o suor de evaporar corretamente. Para os cientistas americanos, os treinos devem ocorrer em ambientes refrigerados, até porque a diminuição da temperatura ambiente também reduz a umidade relativa do ar.

A descoberta vai contra a opinião de alguns médicos, que afirmam que o sistema imune sofre uma baixa para reparar os tecidos lesados durante o exercício. Dessa forma, o organismo fica mais vulnerável à ação infecto-contagiosa dos microrganismos de um ambiente refrigerado fechado, onde não haja troca do ar circulante com o meio externo.

Como deve ser o ar-condicionado para academias

É justamente nesse ponto que entra a solução sobre o ar-condicionado para academias. Além do conforto térmico e da melhora do desempenho apontada pelos cientistas da Universidade de Nebraska – já que nas temperaturas baixas o calor produzido pelos exercícios torna o treino mais confortável – o ar-condicionado para academias também mantém o ambiente livre da poluição exterior, melhorando a respiração.

Por outro lado, vários modelos trabalham purificando o ar ambiente, chegando a remover até 99% dos germes, fungos, bactérias e demais microrganismos, o que praticamente elimina o  risco de contágio mesmo que haja algum atleta gripado no ambiente.

Como o ideal é manter a troca de ar com o ambiente externo, também é possível promover a climatização local, combinando um sistema de ar-condicionado e cortinas de ar. Esse aparelho é feito para locais em que as portas devem permanecer abertas.

Colocada acima delas, a cortina de ar funciona impedindo a perda do ar frio interno ao mesmo tempo em que impede a entrada do ar quente, de poeira, poluição e insetos. A combinação de ambos os aparelhos proporciona conforto térmico e ajuda a manter o ambiente limpo, livre de substâncias e microrganismos prejudiciais à saúde.

Manutenção do ar-condicionado nas academias deve ser prioridade

O principal problema do ar condicionado em academias não está no aparelho em si, mas na forma como é feita a sua manutenção. Isso porque é preciso que os filtros estejam sempre muito bem higienizados, de forma a filtrar o ar com a eficiência necessária.

O ideal, para locais em que o uso é constante, é que a manutenção preventiva, com a lavagem dos filtros, seja feita toda semana ou, no máximo, a cada 15 dias se não houver muito movimento.

Já a temperatura do ar-condicionado nas academias deve ser ajustada entre 20ºC e 25ºC, considerada ideal para a prática de exercícios. A umidade relativa do ar, por sua vez, deve ser regulada entre 40% e 60%. Dessa forma o ar condicionado para academias será perfeito para favorecer a saúde e a performance dos atletas.

A falta de manutenção do ar-condicionado em academias pode facilitar infecções respiratórias. Foto: Istockphoto

E você, já encontrou o ar condicionado para academia ideal? Então aproveite e dê uma olhada nas ofertas da Dufrio, lá você encontrará os melhores aparelhos de ar condicionado com purificador e cortinas de ar. 

Recomendados para você

308

2

Destaques

Dufrio abre inscrições para 3º webinar sobre Sistemas VRF

84

0

Refrigeração

5 informações importantes para congelar carnes suínas, bovinas e embutidos

182

0

Dicas

Características de segurança dos fluidos refrigerantes

0 COMENTÁRIO

0 Comentário

Deixe o seu comentário!

Cadastre seu e-mail para receber nossas novidades e promoções